Novo fármaco poderá reduzir tumores até 50%

Uma equipa de investigadores está a desenvolver um fármaco que atua sobre as células saudáveis acometidas pelo tumor, revela um estudo publicado na revista “Journal of the National Cancer Institute”.
créditos: Pixabay

Uma investigação da Universidade de Southampton, no Reino Unido, descobriu que a inibição de uma enzima conhecida como NOX4 faz travar a ação dos fibroblastos associados ao cancro, conduzindo a uma redução de 50% do tamanho dos tumores em ratinhos.

Os fibroblastos são células saudáveis dos tecidos conjuntivos que mantêm os órgãos agregados. Quando são apoderadas por células cancerígenas, estas células tornam-se fibroblastos associados ao cancro, ajudando no desenvolvimento e metastização dos tumores, bem como na resistência aos tratamentos.

Neste estudo, a equipa descobriu que os fibroblastos associados ao cancro necessitam da enzima NOX4 para se formarem e ajudarem os tumores a desenvolverem-se.

O bloqueio dessa enzima com um fármaco que os investigadores estão a tentar desenvolver poderá ser a chave para travar o processo de crescimento e metastização dos tumor malignos, sustenta o estudo.

"Através da observação de muitos tipos de cancro, identificámos esse mecanismo comum que é responsável pela formação de fibroblastos associados ao cancro em tumores", comenta Gareth Thomas, investigador principal neste estudo, numa nota apensa ao estudo.

Veja ainda: 17 sintomas de cancro que os portugueses ignoram

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários