Lesões do joelho: rotura de ligamentos

Os “cruzados” do joelho, quem são eles? E os outros?

Quem pratica desporto, seja individual ou coletivo, indoor (crossfit, futsal, vólei ou basquetebol) ou outdoor (futebol, rugby ou mesmo esqui), já ouviu certamente a expressão “aquele lesionou os cruzados” ou “se foram os cruzados é mau”. Mas o que é isto ao certo? O que são “os cruzados”? Só existem eles ou existem outras estruturas que podem provocar dor no joelho (pensando apenas em estruturas no próprio joelho)?

O joelho é constituído por quatro ossos: tíbia, perónio, fémur e rótula. Como podem verificar na imagem abaixo (imagem 1.), tem quatro ligamentos principais: ligamento cruzado anterior (LCA), ligamento cruzado posterior (LCP), ligamento lateral interno (LLI) e ligamento lateral externo (LLE). Há a considerar ainda os ligamentos que ajudam na estabilidade da rótula (as asas, ou retináculos da rótula).

Quanto aos tendões temos o quadricipital (acima da rótula), o rotuliano (abaixo da rótula) e a pata de ganso (região antero-interna do joelho). A acrescentar aqui ainda a banda iliotibial (região externa do joelho), que não sendo um tendão pode integrar-se nesta descrição.

lesão no joelho
créditos: Holmes Place

As lesões do LCA surgem comummente por movimentos de torção ou rotação do joelho sobre o pé em posição fixa no chão (Norris, 2004; Voight, Hoogenboom & Prentice, 2007) e, mais frequentemente do que se desejaria, em simultâneo com lesões do menisco interno e do LLI (na literatura designada tríade maldita ou tríade infeliz).

Sendo o acima descrito um dos piores cenários para o atleta, existem ainda as lesões isoladas: do LLI, do LLE, do menisco interno, do menisco externo e do LCP (estas últimas menos comuns).

Num recente estudo de Kim S. e seus colegas, publicado em 2012, é referido que as lesões mais comuns dos snowboarders são no punho (27,6%), LCA (1,7%), havendo ainda relatos de lesões nos ombros e tornozelos. Quanto ao esquiadores as lesões mais comuns são no LCA (17,2%), no punho (2,8%), e ainda no LLI e LLE do joelho.

É atleta, faz desporto com amigos, fã de esqui ou snowboard e já teve o azar de sofrer alguma lesão, ou simplesmente quer prevenir a sua ocorrência? Comece desde já a trabalhar na prevenção de possiveis lesões. Faça uma avaliação funcional para identificar alterações posturais com o seu fisioterapeuta, consulte os profissionais do seu clube Holmes Place.

Sara Costa

Fisioterapeuta Holmes Place Quinta da Fonte

Referências
Kim S. et al. (2012). Snowboarding Injuries.Trends Over Time and Comparisons With Alpine Skiing Injuries. Am J Sports Med 40, n 4, 770-776.
Norris, C. (2004). Sports Injuries Diagnosis and Management (3ª Ed.) London: Butterworth Heinemann.
Voigth, M.L., Hoogenboom, B.J. & Prentice, W.E., (2007). Musculoskeletal Interventions: Techniques for therapeutic exercise. United States of America: McGraw Hill Companies.

artigo do parceiro:

Comentários