Hospital quebra regras para realizar último desejo de doente

O Hospital Universitário de Aarhus, na Dinamarca, quebrou as regras do protocolo clínico para cumprir o último desejo de Carsten Flemming Hansen: um cigarro e um copo de vinho.

Com um aneurisma na aorta e uma hemorragia interna impossível de estancar, os médicos deram apenas algumas horas de vida a Carsten Flemming Hansen.

As enfermeiras que tratavam de Hansen decidiram desafiar as normas e realizar o último desejo do paciente.

Para isso, conduziram o idoso de 75 anos numa cadeira de rodas até a uma varanda, onde o doente realizou o seu último desejo: fumar um cigarro e beber um copo de vinho branco gelado, enquanto observava o pôr do Sol.

O facto foi registado e partilhado na página do hospital no Facebook na sexta-feira (08/04), dia em que Hansen morreu.

A publicação reuniu dezenas de milhares de gostos.

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários