Bornefonden financia compra de equipamentos e materiais para pediatria do Hospital São Francisco de Assis

A organização não-governamental dinamarquesa Bornefonden, através de uma parceria com a direcção do hospital regional São Francisco de Assis, vai financiar a compra de alguns equipamentos e materiais para a pediatria deste estabelecimento hospitalar.
créditos: Inforpress

José Luís Monteiro, responsável da Unidade Fogo da Bornefonden, disse que se trata de um projeto social que visa dar ” mais dignidade” aos acompanhantes das crianças internas neste espaço.

A pediatria não dispunha de meios que permitissem os acompanhantes descansar e que estes normalmente dormiam no chã.

O responsável adiantou que perante este cenário, a direção do hospital apresentou um projeto que visa a confecção de 25 cadeiras especiais, que vão permitir as pessoas descansarem e dois aparelhos televisores para para animação das crianças internadas e dos próprios acompanhantes.

Além deste projeto, a Bornefonden vai celebrar, ao longo desta semana e da próxima, contratos para execução de alguns projetos, como a remodelação das casas e banho do bloco de meio da escola secundária Dr. Teixeira de Sousa, que carece de uma melhoria porque desde a sua construção, em 1998, nunca beneficiou de quaisquer intervenções, assim como a sua separação, já que estas instalações são compartilhadas por alunos e professores.

Do rol dos contratos prontos e que devem ser celebrados para a execução de obras constam ainda a construção de uma cozinha e de um armazém na escola de S.Jorge, ampliação da cozinha da escola de Ponta Verde, ampliação da cozinha e reabilitação das instalações sanitárias da escola de São Domingos.

Com a edilidade de Santa Catarina, foi assinado um contrato e as obras iniciaram-se no passado dia 15 de maio, para a construção de um reservatório de 50 metros cúbicos, na escola da EBI de Cova Figueira.

Igualmente, esta instituição, cuja área de intervenção é a educação e saúde, essencialmente, financiou a realização dos jogos escolares do município dos Mosteiros que terão início no dia 04 de Junho próximo.

Em relação ao setor de saúde, a Bornefonden vai disponibilizar à delegacia de Saúde de São Filipe, no âmbito do programa de combate a Zika, um conjunto de materiais de construção e alguns equipamentos que vão ajudar aquela instituição no combate ao mosquito, faltando apenas o fornecedor disponibilizar os materiais.

O programa de combate à Zika, segundo o responsável da Unidade Fogo da Bornefonden, é para toda a ilha, indicando que os municípios dos Mosteiros e de Santa Catarina optaram pela aquisição de contentores para recolha do lixo, e que só não foram adquiridos porque as duas Câmaras anão garantiram ainda o transporte destes equipamentos de Praia para São Filipe.

Comentários