Alexia Cassar ou "Miss Nipples": a tatuadora que devolve os mamilos a vítimas de cancro

Ao lado de médicos, cirurgiões e cientistas, a tatuadora francesa discursa em alguns dos mais afamados congressos médicos do mundo para explicar a sua técnica que devolve mamilos e aréolas 3D a mulheres vítimas de cancro da mama.

Não foi por acaso que a ex-bióloga Alexia Cassar se tornou numa das maiores especialistas mundiais em tatuagem de mamilos e aréolas em mulheres vítimas de cancro: em 2013 descobriu que o mais novo dos seus três filhos tinha uma leucemia mieloblástica, despertando-lhe de alguma forma uma maior consciencialização para a doença.

Alexia Cassar, ou "Miss Nipples" nas redes sociais, é uma francesa que reside em Paris e cujo estúdio fica junto ao Aeroporto Charles De Gaulle, em Roissy, onde cada vez mais mulheres vítimas de cancro procuram recuperar alguma felicidade.

Esta tatuadora constrói aréolas e mamilos em 3D em seios reconstruídos após serem alvo de mastectomias. O resultado? Tão realista que alguns cirurgiões plásticos já a recomendam aos seus pacientes.

Antes de se tornar tatuadora, Alexia Cassar era bióloga, tendo trabalhado no desenvolvimento de medicamentos inovadores e mais tarde numa unidade de pesquisa clínica no departamento de oncologia do hospital parisiense Saint-Louis.

Já tatuou mais de 60 mulheres vítimas de tumores da mama e algumas mulheres já conseguiram que o Sistema Nacional de Saúde francês devolvesse parte ou a totalidade do dinheiro investido na realização do procedimento estético com efeitos psicológicos tremendos.

"Isto permitiu-me virar a página e pôr um ponto final na apropriação da minha feminilidade", conta Aurélie, de 41 anos, diagnosticada aos 37 com um tumor da mama e que depois de ser tatuada por Alexia Cassar passou a conseguir olhar-se ao espelho, conta o jornal belga La Libre.

artigo do parceiro: Nuno de Noronha

Comentários