Traumatismo

As formas mais adequadas de actuar face a um traumatismo crâneo-encefálico, vértebro-medular, torácico e abdominal

O traumatismo é uma lesão ou um conjunto de lesões localizadas numa determinada região do corpo, provocada por variadas causas e que se manifesta em órgãos internos ou externos.
1. Traumatismo crâneo-encefálico

As causas mais comuns incluem os acidentes de trânsito, lesões desportivas e de trabalho, quedas ou violência física.

Sintomas

A sintomatologia pode não revelar-se logo após o acidente, sendo importantes as primeiras 72 horas após a sua ocorrência.

  • Dor de cabeça
  • Sonolência
  • Diminuição da lucidez
  • Alterações de equilíbrio
  • Alterações do comportamento e da consciência
  • Náuseas
  • Vómitos
  • Hemorragias externas ou internas (saída de sangue pelo nariz ou ouvido)
  • Alteração do diâmetro pupilar (dilatação de uma pupila)
  • Perda de sensibilidade ou paralisia de um dos lados do corpo

Primeiros-socorros

  • Alertar de imediato os serviços de emergência.
  • Avaliar as funções vitais (grau de consciência e ventilação).
  • Realizar um exame à cabeça através de uma palpação completa e rigorosa para pesquisar um traumatismo oculto do crânio ou lesão do couro cabeludo.
  • Cobrir as feridas se existentes. Em caso de hemorragia pelo nariz ou ouvido, estas não devem ser tamponadas.
  • Não dar nada a beber.
  • Vigilância das funções vitais promovendo o transporte para o hospital.

Comentários