Lancheiras saudáveis no regresso às aulas

Existem três aspetos importantes que deve ter em conta quando prepara o lanche dos mais pequenos: a hora do lanche, os alimentos que vai escolher e a aparência.

Setembro marca o início das aulas e para muitos pais, mais uma dor de cabeça: o lanche dos mais pequenos. Educar as crianças para uma boa alimentação é criar adultos mais conscientes e saudáveis.

A alimentação que dá aos seus filhos tem um impato muito grande no desempenho e rendimento escolar. Alimentos de baixo valor nutricional e ricos em gorduras e açúcar, estão associados a problemas como a hiperatividade, a diabetes tipo 2, a obesidade e a falta de concentração.

Se quer que o seu filho tenha uma alimentação saudável, comece em casa a criar esses hábitos. As crianças aprendem, vendo e seguindo o exemplo do que os outros fazem.

Existem três aspetos importantes que deve ter em conta quando prepara o lanche dos mais pequenos: a hora do lanche, os alimentos que vai escolher e a aparência. Se a escola é no período da manhã, da tarde ou todo o dia, irá influenciar a preparação da marmita. Certifique-se que a marmita contém uma porção de proteína, vitaminas e minerais, hidratos de carbono e líquidos. A escolha de produtos de qualidade é fundamental. Opte por frutas e legumes da época e cereais integrais, pois são mais saudáveis e contêm um maior valor nutricional.

Seja criativa e crie lanches atrativos e divertidos. No mercado existe uma infinidade de cortadores de bolachas e bolos que pode adquirir para cortar os alimentos, dando um aspeto mais divertido às horas do lanche. O importante é conseguir fazer combinações práticas, rápidas e nutritivas.

Veja as nossas sugestões para combinações de lanches práticos e saudáveis:

Proteína + hidratos de carbono + vitaminas e minerais + bebida

1 - Queijo flamengo + pão cereais + alface + uvas + água mineral

2 - Iogurte + fatia bolo caseiro integral + morangos + chá frutos vermelhos frio

3 - Queijo fresco + pão alfarroba + tomate +  banana + água mineral

4 - Leite vegetal + Bolachas caseiras sem açúcar + fatias manga + chá gelado

5 - Queijo fresco de barrar + pão integral + palitos de  cenoura + sumo natural de ananás

6 - Ovo cozido + 1 bolachas integrais + tomates cherry + sumo de maçã

7 - Iogurte liquido + pipocas sem açúcar caseiras + maçã + água mineral

8 - Leite + pão integral com geleia caseira + palitos de cenoura + água mineral

9 - Iogurte vegetal + fatia bolo caseiro integral + melancia + chá

10 - Bolinhas de queijo ricota ou fresco + Barritas de cereais integrais + kiwi + sumo uva

11 – Ovo cozido + wrap integral + alface + tomate + morangos + água aromatizada

12 - Húmus de grão + pão de sementes + banana + água mineral

13 - Ovo mexido + wrap integral + alface + tomate + nozes + chá

14 - Pasta de atum (substitua a maionese por iogurte natural) + pão alfarroba + pêra + amêndoas + sumo laranja

Faça escolhas inteligentes e troque os bolos, bolachas e geleias de supermercado por alimentos home made. Substitua o açúcar, por alternativas mais saudáveis, como a banana, açúcar de coco, geleia de milho ou mel. Faça pastas para barrar o pão, utilizando iogurte natural, em vez da habitual maionese. Na internet tem à disposição inúmeros blogs de receitas saudáveis, saborosas e sem açúcar.

Selecione de forma intercalada, uma fonte de proteína de origem animal e origem vegetal. Quanto às bebidas, faça os sumos e chás em casa. Se for complicado fazer de manhã, faça o sumo na noite anterior. No entanto, evite usar uma máquina centrifugadora, pois existe um maior risco de oxidação. Guarde os sumos naturais em frascos de vidro, herméticos e pequenos para que não haja muito espaço para a existência de ar. Desta forma, irá garantir que no dia seguinte o sumo continue em boas condições para ser consumido.

artigo do parceiro:

Comentários