Devo beber água do mar ou isso é de loucos?

René Quinton, investigador francês, dedicou parte da sua investigação a analisar a composição da água do mar e comprovou a sua semelhança com o plasma sanguíneo. Será que esta variedade até não faz bem à saúde? As explicações e recomendações da farmacêutica Alexandra Vasconcelos.

A água do mar aporta todos os oligoelementos, incluindo excelentes concentrações em zinco, sódio, potássio, iodo e magnésio, imprescindíveis para o nosso equilíbrio e que hoje em dia existem em níveis deficitários na maioria das pessoas.

A água do mar é hipertónica pela alta concentração dos minerais relativamente à concentração dos mesmos no nosso sangue. Esta característica faz com que a água do mar seja um excelente produto para limpeza de mucosidades das fossas nasais.

Mais de 70% do nosso corpo é água. A água é imprescindível e essencial para termos saúde, no entanto a grande maioria das pessoas está desidratada. Muitas vezes não damos o devido valor ao conteúdo hídrico que ingerimos ao longo do dia, mas se sofrer de dores cronicas e aumentar a quantidade da água que bebe para 2 litros por dia e verificará uma redução significativa nas dores difusas e cronicas.

O que difere da água engarrafada que bebemos? 

A composição qualitativa e quantitativa em oligoelementos da água do mar é substancialmente maior do que o que existe nas águas engarrafadas. Por outro lado a solubilidade dos sais das águas marinhas é distinto dos que existem nas águas que normalmente bebemos. 

Benefícios da água do mar

A água do mar traz inúmeros benefícios como:

  • Equilíbrio geral do organismo por reposição de oligoelementos essenciais
  • Regula a tensão arterial
  • Melhora a função renal
  • Melhoria do humor pelo conteúdo de magnésio
  • Controlo da função tiroideia – riqueza em iodo
  • Promove um meio interno alcalino essencial
  • ​Retarda o processo de envelhecimento
  • Reforça e melhora as respostas do sistema imunitário
  • Ajuda a controlar o peso
  • Promove a eliminação de toxinas
  • Melhoria da pele, doenças de pele e couro cabeludo
  • Melhora e acelera a cicatrização de feridas na pele 
Perigos da água do mar 

Como vimos são muitos os benéficos da água do mar, mas sabemos que os mares estão contaminados por poluentes químicos ou biológicos, como metais pesados, areias, algas, e  muitas vezes também por microrganismos, tornando-se por isso perigoso beber água retirada diretamente do mar mesmo sendo feita a recolha em águas profundas.

Segundo os especialistas a maioria dos microrganismos poderá não constituir perigo de contaminação uma vez que eles próprios não conseguem sobreviver num meio hipertónico, como o da água do mar, cuja concentração em sais pode chegar a 36 gr litro. No entanto, na água do mar, são encontradas formas de bactérias coliformes e fungos prejudicais.

Mas atenção, por ser hipertónica, é extremamente perigoso beber água do mar pura em quantidades significativas, podendo até matar por excesso de minerais.

Como usufruir das vantagens da água do mar e não ser contaminado?

Podemos substituir a água do mar por versões purificadas.

Hoje em dia já existem formulações com água do mar purificadas, diluídas e isentas de contaminantes.

René Quinton realizou inúmeras pesquisas antes de determinar exatamente como a água do mar deveria ser captada, esterilizada a frio e diluída para obter um produto seguro.

Quando falamos em água do mar isotónica, referimo-nos à água já diluída. Contrariamente água do mar hipertónica significa que está no seu estado natural e não sofreu nenhuma diluição, apresentando uma concentração de 36 gramas de sais por litro. No caso da água do mar isotónica, esta já foi diluída para estar ajustada ao teor salino do nosso organismo que é cerca de cerca de 9 gramas de sais por litro. Assim, a diluição deve ser feita com 3/4 de água mineral para 1/4 de agua do mar, de forma a que a concentração em minerais seja semelhante à do nosso plasma.

O meu conselho é que deve usufruir das propriedades fantásticas que a água do mar nos oferece, através da ingestão de água do mar engarrafada ou em ampolas. Pode comprar estes produtos em farmácias ou lojas biológicas. Os laboratórios Quinto ou Biomaris foram os pioneiros mas hoje em dia existem outras marcas disponíveis. O laboratório Francês, Nutergia, disponibiliza concentrados em água do mar purificada e com a possibilidade de poder optar pelas fórmulas enriquecidas no oligoelemento que mais necessita.

Estas soluções oferecem um controlo de segurança sobre a composição química e possíveis contaminações assegurado pelas autoridades sanitárias, evitando assim possíveis contaminações que existem na água do mar e possibilitando usufruir de todas as suas vantagens

Aprenda a fazer água do mar alcalina.

Se ingerirmos apenas água engarrafada ou da torneira não conseguimos o equilíbrio em minerais necessário ao bom funcionamento do nosso corpo. Pode fazer em casa a sua água enriquecida basta juntar 1 colher de café de sal integral marinho ou sal rosa dos Himalaias em 1 litro de água e beber ao longo do dia. Desta forma está a ingerir mais de 60 minerais, incluindo o magnésio, potássio, zinco, iodo, etc. cujas carências estão cada vez mais presentes nas populações atendendo à pobreza dos alimentos que ingerimos.

Atenção, não use sal de cozinha corrente refinado. Esse sal provoca hipertensão e inúmeros desequilíbrios por ser apenas composto por cloreto de sódio.

Os conselhos são de Alexandra Vasconcelos, farmacêutica e especialista em Medicina Natural Integrativa e autora do livro "O Segredo para se manter Jovem e Saudável"

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários