Anti-culote (Dieta)

Numa zona tão crítica como o culote, é vital reduzir o volume. Consiga-o com esta dieta

Exibir uma rectaguarda bonita depende, em grande parte, da alimentação. Em especial, da presença, na dieta quotidiana, de produtos com um alto conteúdo em proteínas, indispensáveis para manter a tonicidade muscular.

Basta pensar que as nádegas, no seu todo, por assim dizer, são precisamente isso (músculo) para perceber até que ponto é importante ingerir proteínas.

Assim, se pretende emagrecer ou perder volume nesta área, leve em conta as seguintes recomendações:

- Não reduza demasiado o consumo de carne, peixe e ovos. São os alimentos mais proteícos, a base da estrutura do nosso organismo e também da dos músculos.

- Quando as proteínas não são ingeridas em quantidade ideal, podem surgir diferentes problemas de saúde, mas a nível estético há um exemplo muito característico: a flacidez muscular. Diversas zonas do corpo perdem a firmeza e adquirem um aspecto caído e pouco consistente.

- Uma das regiões mais afectadas é o rabo, por uma razão muito simples: é composto quase na totalidade por músculos, em concreto um muito grande e potente que se divide em três: glúteo maior, glúteo médio e glúteo menor.

- Ingerir proteínas numa proporção adequada faz com que os músculos em geral e os glúteos em particular se fortaleçam, beneficiando a silhueta.

- No momento de decidir o que comer para obter umas nádegas firmes, não descure os alimentos proteicos, pois contribuem para a manutenção do músculo. Mas não abuse. Na dúvida, siga as pautas de uma alimentação diária equilibrada: 10 a 15% de proteínas, 20 a 25% de gorduras e 55 a 65% de hidratos de carbono. Assim, não há como falhar.

Boas ideias

Sempre que quiser adoçar algum alimento, substitua o açúcar por adoçante. Além disso, ao deitar, beba um copo de leite ou chá com uma tosta simples ou duas bolachas Maria ou torrada.

Comentários