Pôr a barriga em chamas para perder peso. Conheça a terapia dolorosa praticada na China

A obesidade é um problema de saúde em expansão em vários países, especialmente nas nações em desenvolvimento. Na China, estima-se que em 2025 cerca de 48,5 milhões de crianças tenham excesso de peso. Neste país há uma terapia dolorosa - com resultados duvidosos - que promete travar a obesidade. Veja as imagens.
créditos: EPA/TIAN WEITAO CHINA OUT

Nas fotos vê-se uma especialista em medicina tradicional chinesa a praticar a chamada "huo liao", também conhecida por terapia do fogo. O objetivo é estimular o organismo de Li Hang, de 11 anos, a queimar gordura e a reduzir o peso. A terapia é levada a cabo no Hospital Changchun Kangda em Changchun Kangda, na província de Jilin, por especialistas acreditados pela Academia Nacional de Medicina Chinesa.

Com 167 quilogramas, esta criança sofre de obesidade mórbida, um problema de saúde agravado pelo diagnóstico da síndrome de Prader-Wili, uma doença genética rara que se caracteriza por fome constante, dificuldades de aprendizagem e anomalias no crescimento.

Devido ao excesso de peso, Li Hang desenvolveu hipertensão e outros problemas de saúde.

Especializado em tratamentos de emagrecimento, o Hospital de Changchun Kangda aplica nos seus pacientes várias terapias tradicionais, como a baguan (ventosas em fogo), a huo liao (terapia de fogo) e a acupuntura.

Dos 53 doentes internados neste momento, 7 são crianças. Desde que Li Hang começou o tratamento já perdeu 15 quilos.

De acordo com a Federação Mundial da Obesidade, a China será o país com mais crianças entre os 5 e os 18 anos com excesso de peso em 2025, com 48,5 milhões de casos.

Veja ainda25 truques inimagináveis para perder peso

Leia também17 formas de controlar o peso quando tem pouco tempo

Saiba maisHomem mais gordo do mundo vai tentar perder peso. Tem 500 quilos

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários