Astronauta cresceu 9 cm em três semanas e teme não conseguir regressar à Terra

Um astronauta japonês que está a viver na Estação Espacial Internacional (ISS) cresceu nove centímetros desde que chegou ao Espaço - há apenas três semanas - e receia, por isso, não conseguir caber na nave para regressar à Terra
créditos: AFP

O médico da marinha japonesa Norishige Kanai (à esquerda na foto) admitiu no Twitter que está "preocupado" com a possibilidade de não caber na nave espacial russa Soyuz, que deve trazê-lo de volta ao planeta Terra em junho. Em média, os astronautas crescem entre dois e cinco centímetros em cada viagem ao Espaço.

O crescimento de Kanai foi, porém, superior à média, ainda que seja apenas temporário: assim que regressar à Terra voltará à sua altura normal.

Esse crescimento acontece devido à ausência da gravidade terrestre. Dessa forma, a coluna vertebral expande-se: o crescimento acontece especificamente nos discos de cartilagem que ficam entre os ossos da coluna.

VEJA AINDAEsta família não para de crescer. Vão ter o 20.º filho e têm um “reality show”

"Bom dia a todos. Tenho um grande anúncio para fazer hoje. Fomos medidos após chegarmos ao espaço e eu cresci 9 centímetros", escreveu na rede de microblogging.

"Cresci como uma planta durante estas três semanas. Não me acontecia nada assim desde o Ensino Secundário. Estou um pouco preocupado porque não sei se vou caber no banco da Soyuz quando tiver de voltar [à Terra]", acrescentou.

De facto, os assentos da nave espacial russa Soyuz foram moldados para a altura original de cada astronauta. Um aumento excessivo de altura do tripulante pode, por isso, tornar-se um problema.

artigo do parceiro: Nuno de Noronha

Comentários