As grandes tendências dos cocktais em 2018 explicadas pelos gurus das bebidas

Mais sustentáveis, com assinatura, gastronómicos e caseiros. Estas são as quatro tendências que vão marcar os cocktails em 2018. Isto de acordo com um painel de figuras influentes à escala global da indústria e da alimentação.

A cultura do cocktail está a disparar a nível internacional. Com a Ásia, o Médio Oriente e a América Latina estão agora representados na lista dos “50 Melhores Bares do Mundo”, as pessoas que lideram esta revolução são de territórios com culturas díspares. Estas estão a contribuir com novas ideias, técnicas e influências. O resultado são novas tendências inspiradoras.

Um encontro na Cidade do México, no decorrer da maior competição de cocktails do mundo e fórum para encontrar o melhor bartender à escala global (“Diageo World Class Bartender of The Year”), permitiu a alguns das figuras mais influentes da indústria da comida e bebida debater e registar as quatro grandes tendências de cocktails num futuro próximo.

As grandes tendências dos cocktais em 2018 explicadas pelos gurus das bebidas
O painel de comentadores reunido no encontro internacional de cocktails que decorreu na Cidade do México.

Lauren Mote, Diageo Global Cocktailian liderou um painel de discussão que incluiu a lenda da mixologia Dre Masso; o nosso bem conhecido apresentador e jurado do MasterChef australiano Matt Preston; Alex Kratena (vencedor por três vezes do World´s Best Bar) e, finalmente, Charles Joly, “Diageo World Class Bartender of the Year 2014”.

Um painel que antevê para 2018 quatro grandes tendências nos cocktails: Com sustentabilidade, com assinatura, cocktails gastronómicos e cocktails caseiros.

Cocktails Sustentáveis: Quão ecológico é o seu Mojito? Cocktails sustentáveis são a próxima grande tendência de acordo com alguns dos melhores mixologistas do mundo. Numa recente votação de consumidores, um em cada dois clientes encontra-se disposto a pagar mais 10% por bens produzidos de forma responsável social e ambientalmente. No decorrer do “World Class Bartender of the Year”, Ryan Chetiyawardana, do Dandelyan em Londres, afirmou que esta abordagem sustentável cortou o desperdício no seu bar em quase 75%.

As grandes tendências dos cocktais em 2018 explicadas pelos gurus das bebidas

Cocktails de Assinatura: Apostar nos cocktails de assinatura é colocar os bares no mapa. Giuseppe Cipriani criou o “Bellini” em Veneza nos anos de 1930. Hoje em dia, a casa deste cocktail – Harry’s Bar – é um destino de visita obrigatória para os apaixonados por cocktails. Presentemente, os consumidores preferem gastar mais 5% em experiências luxuosas do que em bens luxuosos.

No encontro Alex Kratena afirmou: “Os melhores bares do mundo são já destinos estabelecidos para viajantes. Em 2018 espero ver muito mais operadores de bar e bartenders talentosos a criarem experiências de bebidas únicas, que vão para além ‘do que é esperado’ e impulsionarem os serves de assinatura de forma a tornarem-se a resposta para o que são os menus de degustação no mundo dos restaurantes.”

As grandes tendências dos cocktais em 2018 explicadas pelos gurus das bebidas

Cocktails Gastronómicos:

Esta tendência pode ser vista em alguns dos melhores bares do mundo. Alguns exemplos: Um “Manhattan’s” com foie gras e caramelo salgado, ou um “Kobe Old Fashioned” feito com gordura de carne desta iguaria japonesa, ou ainda uma “Margherita pizza cocktail” que apresenta gin com uma infusão de piza crusts, sumo de tomate cozinhado com cebola, manjericão, orégãos e espuma quente de queijo Burrata.

O gastrónomo australiano Matt Preston sublinhou que ”com o crescimento na última década dos chefes/celebridade e com o crescimento do interesse pela cozinha, os mixologistas mais iluminados vão explorar e experimentar sabores, texturas, ingredientes e técnicas utilizadas pelos seus colegas do mundo do fine dining”.

Cocktails em Casa:

Uma pesquisa da empresa de distribuição britânica Cellar Trends indica que 73% dos apreciadores mais jovens desfrutam de cocktais em casa em ocasiões especiais. Utilizam os ingredientes que estão guardados nos armários da cozinha e aventurarem- se na produção de cocktails.

Neste contexto, Charles Joly afirmou no encontro: “Adoro ver pessoas a tornarem-se entusiastas e apaixonados por cocktails, em vez de apenas abrirem uma garrafa de vinho quando têm convidados. O próximo passo lógico para os apaixonados por cocktails é serem capazes de criar ótimas bebidas em casa quando receberem a família e amigos”.

artigo do parceiro:

Comentários