Fogo: Daiana Barbosa Pinto é Miss São Filipe 2017

Treze candidatas participaram no concurso de beleza.

Miss São Filipe 2017

créditos: Foto@Inforpress

A jovem estudante do 11º ano, Daiana Barbosa Pinto, 16 anos, residente em Bila Baixo, foi esta madrugada coroada com o título de Miss São Filipe’2017, num universo de 13 candidatas, no certame realizado na emblemático praça do Presídio.

Com os seus 1,72 metros de altura, 60 centímetros de cintura, 84 de busto e 94 de quadril, e sagitário de signo, Doriana Pinto conquistou ainda os títulos de Miss Rede Social e da Miss Fotogenia.

Diana Marisa de Pina, 19 anos, representante de Fonte Aleixo, ficou com o título de primeira dama, Jannifer Stefania Lopes Teixeira, da localidade do Congresso, foi distinguida como a segunda dama, ao passo que Orizana Mendes Andrade, de Luzia Nunes, 18 anos foi distinguida Miss Simpatia.

A Miss São Filipe 2017 foi distinguida com um prémio monetário de 50 mil escudos, uma viagem internacional e uma outra nacional com alojamento, 12 meses de pacote “power swag” total mensal de entre outros prémios promocionais.

Na sua primeira entrevista após a sua consagração neste concurso de beleza, Daiana Barbosa Pinto disse à Inforpress que se sentia feliz pelo sonho alcançado “no meio de tantas beldades que aspiravam o mesmo feito”, e fez questão de partilhar o título com todos os seus amigos, apoiantes e simpatizantes, sobretudo os familiares.

Promete agora continuar a aprimorar para representar São Filipe e a ilha do Fogo nos certames nacionais, convicta de que vai mais longe.

De referir que este certame de beleza foi marcado por um autêntico espetáculo de “glamour” com as candidatas a apresentarem em trajes desportivos, vestes tradicionais, “biquínis” e trajes de noite.

Artistas da atualidade como Neuza de Pina e Rapaz 100 Juíz, e o grupo de dança Yasmine contribuíram para o enriquecimento do espectáculo com “shows” considerados de “grande níveis”, aos quais se juntam a exibição de um jovem promissor, tido como a nova revelação da ilha do Fogo.

Comentários