Depois de França, Rui De Sena quer conquistar o mercado nacional com a marca “Mi Ku Bó”

O emigrante de origem cabo-verdiana, Rui Manuel De Sena e a esposa Amélie Kouessi, natural do Benin, são os mentores da marca.

Marca Mi Ku Bó

Criada em 2008 na França, “Mi Ku Bó” é uma marca que aposta em tecidos africanos com peças para homem, mulher e criança. O projeto é do casal Rui Manuel De Sena e Amélie Kouessi, formada na área da moda e que já trabalhou para várias marcas francesas de renome como a Louis Vuitton.

“Queremos vestir todas as pessoas, independentemente do tipo de corpo”, diz Rui De Sena.

Segundo este empreendedor de origem cabo-verdiana, a marca surgiu da vontade de criar as suas próprias roupas e do interesse dos amigos em usar looks inspirados no seu estilo.

“No início, eram apenas peças para uso próprio. Depois com a solicitação de alguns amigos, passamos a criar mais peças e a viajar para alguns países africanos em busca de novos tecidos. Daí, surgiu a necessidade de criar uma marca”, conta.

“Mi Ku Bó” foi criada em 2008 na França, na época em que o casal se conheceu, mas foi em 2012 que a marca começou a ganhar terreno. “Comecei a elaborar um plano de marketing para dar mais visibilidade à marca”, diz.

As peças de “Mi ku Bó” são fabricadas em França, mas os tecidos são oriundos de vários países africanos como Togo, Nigéria, Senegal, Benin, Gana e Costa do Marfim e, segundo o estilista, “Mi Ku Bó” é uma “forma de valorizar a cultura africana”.

No futuro, Rui Manuel De Sena pretende incorporar o “pano-di-terra” nas suas criações. “Ainda não usamos o ‘pano-di-terra’ porque estou à procura de tecido com qualidade e com história. Quero oferecer aos clientes um produto com qualidade. Temos a preocupação de lavar os tecidos antes de fabricar as peças”, salienta.

Em relação aos preços, a mesma fonte diz que trabalha com peças únicas e que os preços variam de mil e os trinta mil escudos. “Mi Ku Bó é uma marca que prima pela exclusividade/qualidade e os preços variam de acordo com os materiais usados”

Recentemente, o estilista esteve no arquipélago, mais precisamente nas ilhas de Santiago, São Vicente, Sal e Boa Vista a analisar o mercado. “Mi Ku Bó já é sucesso na França, agora queremos divulgá-la no arquipélago”.

O estilista Rui Manuel De Sena revelou ao SAPO Lifestyle que pretende, futuramente, abrir uma linha de roupa no arquipélago para comercializar as peças. Mas para já diz que as peças encontram-se à venda na página oficial da marca no Facebook.  “Apresentei a marca no programa ‘Show da Manhã’, na televisão nacional e as pessoas já começaram a solicitar algumas peças”, conta.

Perfil

Filho de pais naturais de São Domingos, Santiago, Rui Manuel De Sena nasceu em Portugal e aos 10 anos foi viver para a França, país onde criou a sua marca de roupa.

O estilista de 43 anos não tem nenhuma formação na moda, mas considera-se como um “criador de tendências“. “Os meus amigos gostam de seguir a minha forma de vestir. Para mim a moda é o que eu uso”, diz.

Rui Manuel De Sena já trabalhou na área do artesanato, teatro e pastelaria. “O teatro é a minha primeira arte. Escrevi uma peça de teatro sobre Amílcar Cabral que apresentei em França. Foi um sucesso. Fiz também um curso de pastelaria, mas agora estou focado na moda“.

Comentários