Blefaroplastia: sabe o que é?

Descubra tudo acerca desta cirurgia, que tem como objetivo melhorar o aspeto das pálpebras superiores e inferiores dos olhos.

A Blefaroplastia é nada mais nada menos, do que uma cirurgia feita em torno da região dos olhos, com o intuito de rejuvenescer e eliminar as pálpebras superiores e inferiores. Geralmente, esta cirurgia é feita em pacientes acima dos trinta anos e que tenham excesso de pele, flacidez e gordura nas pálpebras.

Antes da cirurgia é fundamental que faça um jejum oito horas antes, bem como alguns exames de sangue. Se for fumadora, é recomendado que deixe de fumar pelo menos um mês antes da operação. Esta é feita com anestesia local ou geral e tem uma duração de quarenta minutos a uma hora e meia. Durante a preparação é feita a marcação com o excesso de pele a retirar e depois cortado com um auxilio de um bisturi. No que diz respeito aos pontos, estes podem cair sozinhos ou ser removidos dias após a cirurgia. A paciente necessita ainda de estar internada entre seis a oito horas, sendo necessário os seguintes cuidados:

Medicação - Os medicamentes são tomados oralmente e só no caso de existir algum tipo de dor.

Higiene - Deve lavar o rosto com água e sabonete, até porque após a cirurgia não vai ter qualquer tipo de pensos ou ligaduras.

Repouso - É recomendado que fique pelo menos uma semana de repouso, só depois deste é que o médico lhe dá alta e lhe retira os pontos.

Cicatriz - Como a cicatriz é bastante pequena, são raros os casos em que surgem infeções.

Inchaço - Se estiver com o rosto bastante inchado, coloque compressas, gazes ou panos limpos bem gelados, vão ajudá-la a diminuir essa zona.

Dormir - É aconselhado que durma de barriga para cima, pelo menos durante duas semanas após a cirurgia.

O lado positivo da cirurgia é que esta permite-lhe ver resultados após uma semana, sendo que é necessário um ano para que consiga ver como ficou no seu total. Lembre-se que quanto mais rápido for feita a operação, mas fácil será manter o resultado por muito mais tempo, até porque a pele ainda está firme e não corre o risco de voltar a ganhar flacidez.

Leia mais: Sabe o que é bichectomia?

Millium: as bolinhas brancas da pele

artigo do parceiro:

Comentários