William permanece em "choque" 20 anos depois da morte da princesa Diana

O príncipe explicou que a dor é algo que nunca passa.

Numa confissão sincera, o príncipe William afirmou que ainda continua em choque por causa da morte da mãe – a princesa Diana, mesmo depois de terem passado 20 anos.

“O choque é a maior coisa”, afirmou num documentário da BBC intitulado ‘Mind Over Marathon’.

“Ainda continuo a sentir 20 anos depois da morte da minha mãe, ainda tenho o choque comigo… as pessoas dizem que o choque não pode durar muito, mas dura. Nunca ultrapassas isso. É um momento tão grande e inacreditável na tua vida que não te deixa, apenas aprendes a lidar com ele”, confessou o filho mais velho do príncipe Carlos.

No âmbito do documentário que aborda a questão das doenças mentais, William explicou que aceitar os seus sentimentos o ajudou a processar a sua dor. “Tentas e provavelmente entendes as emoções muito melhor do que alguém que nunca viveu problemas tão críticos”, acrescentou, sublinhando que a ideia é começar a racionalizar o que se sente, porque assim é possível relativizar e lidar com as coisas menos boas.

Terá sido por causa de tudo o que passou na sua vida, que tanto William como a sua mulher, Kate Middleton, se interessaram pelas questões ligadas à saúde mental.

artigo do parceiro: NM

Comentários