Marilyn Monroe esteve grávida em segredo? Historiadora explica que alegações são falsas

O Daily Mail divulgou, em exclusivo mundial, várias imagens daquela que afirma ser a “gravidez secreta” da atriz. Segundo o jornal inglês, Marilyn Monroe manteve um caso extraconjugal com o ator francês Yves Montand.

O Daily Mail divulgou, em exclusivo mundial, v

Anteriormente na posse de Frieda Hull, amiga e confidente da atriz, as seis fotografias a cores foram leiloadas no ano passado e foram agora tornadas públicas pelo proprietário e amigo de Hull, Tony Michaels.

De acordo com o jornal Daily Mail, as fotografias datam de 8 de julho de 1960 e foram tiradas durante as gravações do fime The Misfits, altura em que a diva terá engravidado após ter tido um caso extraconjugal com o ator Yves Montand. Durante anos, as imagens foram mantidas em segredo com o intuito de esconder aquela que seria a gravidez secreta de Marilyn Monroe.

“Não era uma dedução ou suposição, era algo que ela [Hull] tinha como certo, pois tinha uma relação muito próxima com a Marilyn”, disse Tony Michaels ao jornal sobre as fotografias colocadas à venda pela leiloeira Julien’s Auctions. “Ela disse-me que o pai da criança era o Yves Montand, contou-me que Arthur e mulher de Montand tinham viajado e eles ficaram juntos num bungalow do Beverly Hills Hotel e tiveram um caso.”

Tendo em conta que as fotografias foram amplamente difundidas pelos meios de comunicação, a historiadora Elena Parker decidiu usar as redes sociais para esclarecer as alegações feitas pelo Daily Mail.

“Em primeiro lugar, ela nunca esteve grávida após ter abortado em 1958. Em segundo lugar, nunca esteve à espera de um filho de Montand”, escreve na página de Instagram Our Marilyn onde divulga diversas imagens da estrela de Hollywood. “O período em que Marilyn esteve com mais peso concentrou-se entre 1959-1961, o que coloca estas fotografias dentro desse período temporal. Existem diversas fotografias desses três anos, em que nunca ninguém alegou uma gravidez apesar da barriguinha.”

Para além disso, a historiadora explica ainda que o exclusivo mundial assegurado pelo jornal não passa de uma fabricação uma vez que as imagens “já tinham sido publicadas anteriormente num livro de James Haspiel” mas foram efetivamente tiradas por Frieda Hull.

“Em conclusão, queria fazer um pequeno post para esclarecer isto e pedir aos fãs que não acreditem neste artigo.”

Recorde-se que durante os cinco anos em que foi casada com Arthur Miller, circularam vários rumores na imprensa de que Marilyn Monroe teria sido infiel ao marido com o ator francês. Um facto que nunca se veio a confirmar, assim como os diversos abortos que sofreu ao longo da sua carreira causados pela endometriose, revelaram diversos biógrafos.

Comentários