Isabel II poderá ter afastado o príncipe Carlos da linha da sucessão

A monarca britânica nomeou oficialmente o príncipe William e a duquesa Kate Middleton como os próximos reis de Inglaterra. A notícia está a ser avançada pela revista Life & Style.

Isabel II não quer que o filho, o príncipe Carlos de Inglaterra, de 68 anos, seja o próximo rei do Reino Unido e acaba de o afastar da lista de sucessores. Segundo a revista Life & Style, a monarca britânica, de 91 anos, nomeou oficialmente o príncipe William e a duquesa Kate Middleton como os próximos reis de Inglaterra. «Sua majestade percebeu que o William e a Kate são o futuro», afirmou fonte próxima da rainha à publicação.

«Ela passou 65 anos a [tentar] garantir que a Casa de Windsor sobrevive e percebeu que o William e a Kate têm a energia e a star quality para desempenhar essa função no mundo moderno. A rainha Isabel fará sempre o que for melhor para a longevidade e para a saúde da monarquia», cita ainda a revista, que garante que as relações entre pai e filho têm estado «um pouco tensas» desde então.

«Eles estão lentamente a habituar-se à ideia», assegura a mesma fonte. Ao contrário do que seria de esperar, quem ficou feliz com a ideia foi Camilla Parker Bowles, com quem o príncipe Carlos casou há 12 anos. «Ela está secretamente encantada com a decisão da rainha. Aos 70 anos, já teve demasiados dramas na vida dela. [Mas] é difícil para ele. Tem tido pouca sorte», disse à revista Duncan Larcombe, autor de livros sobre a família real.

«É o homem há mais tempo à espera de emprego de sempre», sublinha o especialista. «Com todos os escândalos que têm envolvido a família real nas últimas décadas, Isabel tem noção que a monarquia já não tem o respeito e o poder que detinha anteriormente. Aos olhos dela, o William e a Kate são as únicas duas pessoas que podem dar a volta [a essa situação]», referiu outra fonte próxima da realeza à publicação.

Texto: Luis Batista Gonçalves

artigo do parceiro:

Comentários