Tubezito: O projeto de um pai que permite às crianças verem filmes e séries em segurança

Uma página simples com as séries e filmes infantis que as crianças mais gostam, sem que os pais tenham de se preocupar com que carreguem em botões que não devem e vejam o que não têm idade para ver.

Uma p

João Pina Souza, pai de dois filhos de 5 anos, criou o Tubezito, uma página simples com as séries e filmes infantis que as crianças mais gostam. João recorda os tempos de brincadeira da sua infância, como o pião, carrinhos de rolamentos, futebol ou simplesmente saltar e correr. Mas sabe que hoje as tecnologias dominam o dia a dia das crianças, desde tenra idade. "As tecnologias fazem parte do quotidiano, mesmo antes de nascerem, com as fotografias das ecos e das barriguinhas a serem partilhadas por todo o mundo. Do mesmo modo, as crianças dominam as tecnologias como ninguém. É ver os meus filhos de 5 anos a desbloquearem os telemóveis, os códigos dos tablets, o touch, então, é algo inerente", afirma.

Não é de admirar que as crianças comecem desde cedo a dominarem iPads, telemóveis e outros dispositvos, sem que ninguém lhes ensine.
"Os meus filhos, em particular, adoram o Youtube. Já navegam, procuram, aumentam e diminuem som, entre outras particularmente maravilhosas e inocentes", continua João Souza.

No entanto, todos os pais sabem que também é inevitável as crianças acabarem por carregar nalgum botão que não devem, e começarem a ver conteúdos que não não próprios para a sua idade.

"Foi por este motivo que me lembrei de criar uma página simples com as séries e filmes infantis que mais gostam sem me preocupar com que carreguem em botões que não devem e vejam o que não têm idade para ver. Foram eles que testaram e adoraram. Se é útil para eles, acredito que seja para outros", explica João Souza.

E assim nasceu o Tubezito, uma página online com uma lista filtrada de filmes e séries para crianças dos 3 aos 10 anos.

A página tem sido utilizada por escolas, blogs e grupos de pais. O Tubezito conta já com mais de 3.800 utilizadores únicos e 271 utilizadores por dia.

artigo do parceiro: Susana Krauss

Comentários