Sensor portátil indica quando está a entrar em trabalho de parto

Um novo aparelho que é usado diretamente pela grávida irá monitorizar as contrações e alertar quando estiver a entrar em trabalho de parto. O aparelho foi criado por uma startup americana e testado em grávidas.

A Bloomlife, uma startup de São Francisco (Estados Unidos), criou um monitor portátil que mede sinais elétricos do útero, alertando as mães quando estão a sentir contrações que indicam que está a entrar em trabalho de parto.

O dispositivo calcula a frequência, duração e tempo entre as contrações, ao mesmo tempo que faz o registo do histórico das contrações de forma a encontrar um padrão. Estes dados ficam registados na app Bloomlife.

Como o aparelho é capaz de detetar as contrações menos intensas, tem também o potencial de identificar quando a mulher está a entrar em trabalho de parto prematuramente, incentivando-a a consultar o médico.

O sensor é colocado sob o umbigo e todos os dados recolhidos pelo aparelho serão sincronizados com o telemóvel através de Bluetooth, não sendo necessário wi-fi.

O Bloomlife estará disponível para aluguer a partir de fevereiro e custará 140 euros (valor aprox.) para um mês de uso. O site da empresa responsável pelo produto indica que este deve ser usado até seis semanas antes da data prevista do parto. Após o nascimento do bebé, a mãe deverá devolver o aparelho à empresa, que assume os gastos com os portes de envio.

O sensor já foi testado em grávidas e com sucesso, de acordo com alguns relatos de mães publicados no site da empresa.

artigo do parceiro: Susana Krauss

Comentários