Fraldas e chichi na cama. Até quando? Tirámos as dúvidas com uma médica

A enurese noturna é uma disfunção que pode afetar cerca de 10% das crianças entre os 5 e os 7 anos. Em alguns casos é hereditária e pode afetar negativamente a auto-estima da criança. Estivemos à conversa com a médica Sofia Deuchande, nefrologista pediátrica.

Os bebés podem ou devem usar fraldas até quando?

Enquanto não for realizado o treino da continência de esfíncteres, que começa a acontecer por volta dos 18 meses de idade.

A partir de que idade é que se pode falar em enurese noturna?

A enurese corresponde a episódios noturnos de micções involuntárias numa idade em que o controlo voluntário já deveria existir, ou seja, em crianças com idade superior a 5 anos. Atualmente a enurese é considerada exclusivamente noturna, caindo em desuso o termo enurese diurna (que passou a designar-se por incontinência).

O que pode causar enurese noturna nos primeiros anos de vida? É comum?

A enurese pode afetar cerca de 10% das crianças entre os 5 e os 7 anos. Resulta da combinação de vários fatores, sendo os mais comuns uma tendência para algumas crianças terem poliúria noturna, ou seja, urinarem mais durante a noite. No entanto, o mais importante é, sem dúvida, o facto de haver crianças com sono excessivamente profundo que não acordam quando têm a sensação de bexiga cheia.

Outros fatores possíveis são o aumento da contratilidade no músculo da parede da bexiga; menor capacidade da bexiga; treino inadequado dos esfíncteres das crianças pequenas; obstipação; higiene inadequada; infeção urinária; certas parasitoses; síndrome de apneia obstrutiva do sono com roncopatia; entre outros.

Existem ainda outras causas orgânicas importantes como as malformações urológicas; doenças neurológicas com lesão medular; diabetes mellitus; diabetes insípida e a doença renal crónica.

Deve-se dizer que há familiares que tiveram o mesmo problema e que desaparece com o tempo
A enurese noturna pode estar associada a outras doenças?

Sim, como a hiperatividade e défice de atenção (PHDA), as doenças psiquiátricas infantis e o stresse psicológico.

A enurese noturna é um problema hereditário? É possível preveni-lo?

Em relação à história familiar, é frequente a história parental de enurese. E não, não é possível prevenir.

Existem vários tipos de enurese noturna? Afetam mais meninos ou meninas?

A enurese diz-se monossintomática se ausência de sintomas urinários inferiores e incontinência diurna.

Esta divide-se em primária se nunca houve período de continência durante pelo menos 6 meses ou secundária se ocorreu este período de continência. Na presença de sintomas urinários inferiores designa-se de enurese não-monossintomática. A enurese monossintomática é mais comum no sexo masculino, ocorrendo em cerca de 16% das crianças com 5 anos e 10% com 7 anos.

Comentários