NILS Morabeza: Um espaço para degustar produtos naturais na capital

A boutique gourmet foi inaugurada no mês de abril.

Cacau, doces, licores, chá, mel, sumos naturais, produtos cosméticos, aguardente e café são alguns dos produtos comercializados na loja..

Situada na rua Ilha do Maio, no bairro do Palmarejo, “NILS Morabeza de Cabo Verde” é uma boutique gourmet que oferece aos clientes uma variedade de produtos naturais, saudáveis e “sem aditivos químicos e conservantes”.

O espaço nasceu da vontade do casal Neia Isoleica e Ercelino de Melo Monteiro, ambos naturais do concelho de Santa Catarina, que desde fevereiro de 2014 fazem a distribuição dos produtos da PARES, uma cooperativa de Santo Antão, na cidade da Praia.

Inaugurada há 21 de abril deste ano, a loja oferece aos clientes uma gama de produtos oriundos das ilhas de Santo Antão, Boa Vista, Maio, São Vicente e Fogo, bem como de São Tomé e Príncipe como cacau, doces, licores, chá, mel, sumos naturais, produtos cosméticos, frutas desidratadas, aguardente, café, vinhos, óleos de coco, azeite de palma, chocolates, uma variedade de queijos, entre outros.

Segundo os jovens empresários, a ideia é promover pequenos produtores, valorizar os produtos nacionais e dos países dos PALOP, bem como promover uma alimentação saudável a base de produtos naturais.

“A ideia é diversificar e ter produtos de todas as ilhas e dos outros Países de Língua Oficial Portuguesa (PALOP). Já começamos com São Tomé, mas queremos comercializar produtos dos outros países. Já começamos contacto com Guiné-Bissau, Angola e Moçambique, mas ainda não concretizamos as negociações”, diz Neia.

Neste momento, o casal também está a negociar com produtores da ilha de São Nicolau para comercializar produtos à base de maracujá.

Os preços dos produtos da loja variam desde os 100$00 a 2000$00 (escudos) que são os cabazes recheados com produtos da loja. “As pessoas têm que levar em conta a qualidade dos produtos e o custo do transporte”.

Neste momento, a boutique está com escassez de alguns produtos como o vinho do Fogo e os queijos curados e fumados de Santo Antão, devido aos meios de transportes que ligam as ilhas e à falta de alguns materiais no mercado cabo-verdiano.

“Não estamos a receber vinhos do Fogo, porque estão com falta de garrafas para fazer o engarrafamento e também os meios de transportes são um grande constrangimento”, afirmam.

Todas as quintas-feiras, o espaço realiza uma “happy hour” para degustação dos produtos e nos fins de semanas oferecem café da manhã com sabores do arquipélago.

Neste mês de agosto, o casal pretende servir almoços, realizar exposições, bem como algumas atividades com parceiros para promover uma alimentação saudável. “A partir de setembro/outubro queremos nos associar com outros produtores”.

A longo prazo, o casal, que, recentemente, enviou alguns produtos para o Luxemburgo, pretende fazer a exportação para a Europa e investir num projeto social.

“O nosso projeto de sonho é abrir um espaço para dar assistência grátis a todas as pessoas carenciadas, deficientes e consumidores de substâncias psicoativas”, afirmam.

O espaço NILS Morabeza de Cabo Verde encontra-se aberto de segunda sábado das 09h00 às 21h00 e os domingos das 10h00 às 14h00.

(Atualizada)

Comentários