Demi Lovato faz revelações sobre a sua bipolaridade: "Não é quem eu sou"

A cantora foi diagnosticada com com a doença em 2011.

Demi Lovato já provou diversas vezes que não tem vergonha de falar da sua saúde mental, no entanto a cantora não quer ser rotulada devido aos seus problemas psicológicos.

No início da semana, Demi concedeu uma entrevista à Elvin Duran, do iHeartRadio, e sem preconceitos falou sobre a sua bipolaridade.

"Eu acho que quando as pessoas se referem a mim como bipolar, é algo que é verdade – eu sou bipolar – mas não gosto que as pessoas usem esse rótulo. É algo que eu tenho, mas não é quem eu sou", afirmou.

A cantora foi diagnosticada com bipolaridade em 2011 e, desde então, fala sobre isso abertamente.

"Eu uso a minha voz para fazer mais do que simplesmente cantar e gosto de a usar para falar sobre saúde mental, porque é algo que me apaixona", lembrou a artista, que ainda lamentou o suicídio de Chester Bennington.

"Eu sinto-me terrível pelos seus amigos e familiares. Mas eu sei que isso talvez levante a questão para conversar sobre doenças mentais, saúde mental e ajudar alguém", concluiu.

Recorde-se que Demi Lovato foi diagnosticada com bipolaridade em 2011.

artigo do parceiro: Notícias ao Minuto

Comentários