O encanto que só um pinheiro natural tem

O perfume, a tradição e o facto de ser a opção mais ecológica são razões que (ainda) levam muita gente a preferir abetos em vez de árvores artificiais. Saiba quais são as espécies mais apropriadas.

christmas tree on blurred background

créditos: jakkapan21

Há cada vez mais apaixonados pelos pinheiros de Natal naturais. Quem já se rendeu destaca o perfume, a tradição e o facto de ser a opção mais ecológica ao escolher o abeto natural em detrimento da árvore artificial. A perfeição, simetria e elegância da sua forma fazem com que estas plantas proporcionem decorações mágicas. O aroma a pinheiro ajuda a criar uma atmosfera muito agradável a que muitos não resistem.

As espécies comercializadas para serem árvores de Natal são produzidas em viveiros especializados em abetos nórdicos. Por cada árvore abatida outra é plantada no seu lugar. É uma produção agrícola como outra qualquer. Nos dias de hoje a ideia de que os pinheiros são abatidos nas florestas já não faz sentido porque a lei não permite abates nas matas, a não ser que sejam desbastes controlados provenientes do ordenamento da floresta.

Os pinheiros naturais são amigos do ambiente

Do ponto de vista ambiental a opção pela árvore natural é a escolha certa, dado que a sua produção consome grandes quantidades de dióxido de carbono e produz oxigénio para a atmosfera. Uma única árvore poderá consumir uma tonelada de dióxido de carbono ao longo da sua vida. Depois de serem utilizadas, as plantas são biodegradáveis.

A maioria das câmaras municipais recolhem gratuitamente para reciclagem. O fabrico de uma árvore artificial à base de metal e plástico produz dióxido de carbono e é muito poluente. Como não é reciclável, o seu destino é ficar em aterros sanitários durante séculos.

As espécies mais apropriadas

A árvore perfeita será aquela cuja forma seja em cone e com grande densidade de ramagem. As três espécies mais populares e que são comercializadas em Portugal são:

- Abies nordmanniana

É a conífera mais popular para este fim. As folhas são agulhas verdes escuras e brilhantes.

- Picea abies

Variedade com agulhas mais pequenas, mais finas e de cor mais clara.

- Picea pungens

Também muito procurada por quem prefere alternativas naturais, esta é uma espécie de cor cinzenta azulada.

Vantagens da utilização dos pinheiros naturais

- A sua produção consome CO2 e produz oxigénio.

- É biodegradável e amiga do ambiente.

- Tem o aroma agradável do pinheiro.

- Depois do Natal pode plantar a árvore no jardim.

Texto: Tiago Veloso (engenheiro agrónomo)

artigo do parceiro:

Comentários