Não misture estes produtos de limpeza

Sabia que não deve juntar certos produtos? Há misturas muito perigosas que pode estar a fazer em casa sem saber e há um produto que nunca deve ser misturado com mais nada. Veja já quais quão as 5 misturas que nunca deve fazer na limpeza da sua casa.

No que diz respeito à limpeza da casa não há ninguém que não goste de alguns truques que vão facilitar a limpeza. No entanto, às vezes por falta de informação, podemos acabar por nos colocar numa situação de perigo. Esse é o caso da mistura de produtos de limpeza: na tentativa de facilitar o seu trabalho, pode acabar por criar substâncias perigosas para a sua saúde e a da sua família.

Por mais que dois produtos funcionem maravilhosamente sozinhos, isso não significa que misturar os dois vai potencializar os seus efeitos. Pelo contrário: pode acabar por anular as propriedades de limpeza dos produtos, prejudicando a sua saúde e correndo o risco de causar uma explosão.

Para evitar esses problemas, conheça e anote estas 5 misturas de produtos que limpeza que você NUNCA deve fazer.

1 - Lixívia + desinfetante

Estes dois produtos são bastante utilizados e oferecem bons resultados quando são empregados sozinhos na limpeza da casa, mas a sua mistura é altamente perigosa. A lixívia tem como ingrediente ativo o hipoclorito de sódio, que apresenta propriedades germicidas. Os desinfetantes, por sua vez, são ricos em amoníaco. Assim, quando esses dois produtos são misturados, ocorre a formação de cloroaminas, substâncias que, se inaladas, podem causar problemas de saúde que vão desde alergias até intoxicações e queimaduras.

2 - Lixívia + detergente

Assim como os desinfetantes, os detergentes também podem conter aminas, que são substancias derivadas do amoníaco. Assim, a mistura desse produto com a lixívia leva à formação das cloroaminas, que prejudicam as vias respiratórias. Esta mistura pode ocorrer involuntariamente quando limpamos a pia logo depois de lavar a louça sem enxaguar os restos de detergente que ficaram no lavatório. Portanto, deve eliminar sempre o detergente do lavatório antes de aplicar a lixívia.

3 - Lixívia + vinagre

O vinagre parece um tempero inocente, mas é também um poderoso agente de limpeza. Essas propriedades são verdadeiras, mas o vinagre também pode representar um perigo se for misturado à lixívia. Quando combinados, esses dois produtos formam o gás cloro (Cl2), um vapor amarelo-esverdeado que, mesmo em pequenas quantidades, pode provocar acessos de tosse por irritar as vias respiratórias, problemas de respiração e ardor nos olhos.

Basicamente deve ter sempre muita atenção à lixívia, que não pode ser misturada com quase produto nenhum.

Comentários