É viciado em sexo?

O vício pelo sexo é extremamente grave e por isso, é muito importante que tenha consciência de alguns dos fatores a que ele está associado.
créditos: Pixabay

Falar de sexo tem muito que se lhe diga, mas de certeza que entre as várias coisas que já ouviu falar, a compulsão sexual é uma delas. Nem sempre se sabe ao certo quais são os perigos que esta compulsão pode trazer a uma pessoa, mas a verdade é que eles podem ser vários. Este distúrbio é um assunto sério, que acaba por trazer um enorme constrangimento a todos os que sofrem com ele e por isso, é fundamental tentar compreender os seus sintomas.

Liberdade - Tal como em qualquer outra pessoa, os estímulos sexuais também ocorrem neste caso, mas a única diferença que existe é que quem sofrem deste distúrbio, acaba por perder a sua liberdade, o controlo ou até mesmo a sua própria escolha.

Impulso - Existe uma diferença bastante acentuada entre um viciado em sexo e alguém que gosta apenas de o praticar. Esta consiste no facto de o segundo por muito que se sinta atraído por alguém, consegue fantasiar com isso, enquanto o primeiro acaba por perder a noção e o controle da realidade, acabando por abordar os outros na procura de sexo.

Prioridade - O sexo acaba por ser uma prioridade na vida destas pessoas e por isso, é difícil não o colocar à frente do trabalho e até mesmo da vida pessoal. Logo após o sexo estar concluído, é bastante frequente que muitas se sintam culpados por isso.

Leia mais: Repressão sexual ou frigidez feminina?

Comentários